quarta-feira, 5 de outubro de 2016

UMA CARTA PARA AS FEMINISTAS FEITA POR UM MACHISTA

Primeiramente, para os leitores que gostam de ler só o título e comecinhos de texto: "-Sim, eu sou machista, mas estou tentando não ser mais. Acredito que o primeiro passo para corrigir um problema é identificando o mesmo".

Há um bom tempo que essa "modinha" de feminismo vem sido discutida, e ao meu ver era apenas um assunto chato em que as mulheres queriam chamar mais atenção e que era mais uma das cosias chatas de ser politicamente "incorreto".

feminismo-igualdade-direito

Sim, infelizmente na minha bolha de contatos e ciclos de amigos, a maioria acredita que o feminismo é a mesma coisa do que machismo só que para o outro sexo.

Bom, graças a Deus, depois de inúmeras brigas e discussões com algumas amigas a ficha caiu. Fui atrás de alguns blogs feministas para tentar entender um pouco melhor o outro lado da moeda, até que entendi que o buraco é bem maior.

Atualmente eu sou sim um machista e vivo em uma sociedade completamente machista. Quero mudar isso e já estou mudando! Porém, acho que é muito hipócrita da minha parte e cedo demais falar que não sou mais.

Quando a gente fala machista, a primeira coisa que vem em mente são aqueles caras que tratam mal a mulher ou que batem nela não é mesmo?

Pois bem, machismo engloba um mundo muito maior, machista pode ser aquele cara que:

  • Vê uma motorista mulher e já acha que ela não sabe dirigir direito
  • Briga com a irmã mais nova quando ela fala palavrão e solta um: "Você é mulher, não pode falar palavrão! É muito mais feio!"
  • Fazer piadinha falando que lugar de mulher é na cozinha
  • Falar que mulher tem que cuidar da casa e das roupas
  • Falar que a filha só pode namorar ou beijar na boca depois de 20 anos, enquanto o filho pode ver uma revista pornô com 12.
  • Achar o cúmulo uma garota ir para uma balada e beijar mais de 1 rapaz, enquanto o boyzinho que pega mais de 10 é o cara fodão do momento.
  • Achar que uma garota transar na primeira saída já é motivo de chamá-la de prostituta

E aí? Se identificou com esses pontos? Se sim, pois é amigo.. você também é um machista.

Um dos vídeos que mexeu comigo e é um dos motivos principais de estar escrevendo essa carta agora foi o da página do facebook lollyanddoodlepage, onde a garotinha vê as roupas dos meninos escrito: "Pense fora da caixa", "Herói". Daí quando ela olha para roupas de menina está escrito: "HEY", "Bonita", "Eu  me sinto bonita". No final ela não entende o motivo disso.

Pois é amigo! E é isso que o feminismo luta, por um fim da dominação de um gênero sobre outro. Por quê diabos os meninos tem frases mais marcantes, mais legais, mais aventureiras e as meninas estão ligadas a coisas fúteis de beleza e bobas como "HEY"?
Por quê diabos uma moça que lutou e estudou tanto em uma determinada área recebe menos que um homem?

E é aqui que tem que ficar bem claro a diferença entre machismo e feminismo. Machismo é onde o sexo masculino está dominando. Feminismo é a luta pelos direitos iguais, ou seja, não é a luta para que o sexo feminino domine o masculino, sacou?

As coisas estão mudando, as mulheres estão lutando mais pelos seus direitos. E cara, sinceramente eu acho tudo isso lindo!

Então você, que é feminista, peço mil desculpas. Já entendi a mensagem e quero apoiar a causa de vocês!

Sei que nunca poderei imaginar como é a sensação de andar em São Paulo e ter 10 homens na rua te "secando" e te deixando com medo. Nunca poderei imaginar o que é passar a vida inteira querendo fazer um esporte como judô ou capoeira e ser forçado a dançar balé. Não sei qual é a sensação de pegar um metrô e desconfiar que tem alguém tentando te encostar.

Peço desculpas novamente e prometo escutar mais e entender melhor o lado de vocês ok?

Att,
caiouechi